Rent A Car for Dummies

for dummies

Sim, sim, o de alugar um carro parece muito fácil, com reservas on-line e tudo, mas, de acordo com lugar, o site, a experiência do viajante intrépido pode ser meio complicado. E a letra pequena do rent-a-car tem muito de pequena e pouco de letra, porque metade do que teria que saber não está no contrato. Vamos por partes:

FASE 1: Carro alugado. Que é isso?

Pois sim, meus amigos, é uma coisa com rodas e volante assim como tem em casa … ou quase. E digo quase porque, não a nossa, quando assinamos aquele pedaço de papel tão engraçado que temos em troca das chaves, há algumas coisinhas para ter em conta que os afetam, o preço de aluguer, que escolheu nessa oferta pela Internet, pode acabar custando-lhe muito mais da conta. Olhar bem o contrato e procurar:

Quilometragem ilimitada: Esta primeira é de novato, mas ainda assim algumas pessoas caem. Acontece que o preço do dia, que parecia tão barato que conta somente quando não ultrapassa os 100 km. Claro, e mais, como vai alugar um carro para ir às compras de supermercado .. Bem a partir da kilometragem programada, como se fosse um gremlim, o custo é multiplicado ao infinito e verifica-se que custa 5 vezes mais do que o outro, que não o alugamos para poupar 15€.

-Dois condutores (ou mais): Verifica-se que o é mais caro que conduzam dois condutores do que um, mesmo sendo o mesmo carro, a menos que deseja que o mesmo condutor seja sempre o chofer de serviço, não se esqueça de adicionar o valor do montante. Ou treinar para uma mudança de piloto muito rapidamente se vir a policía.

Essa linha já estava lá: Esta muitas vezes apanha desprevenido na hora de entrega da viatura. Quando entrega o carro alugado, também deve dar um pedaço de papel onde detalhada círculos e cruzes, assim como num acidente. Tente certificar-se que não á mais, já que provavelmente entregue antes de tentar passar incógnito qualquer pequena coisa que poderia ter feito o aluguel e não hesitará em passar a culpa, se ele não vem no papel. Além disso, a menos que um seguro completo, procuram examinar o carro para dar a sua cara, para que não seja o culpado daquele risco desconhecido que apareceu de repente.

Depósito cheio:, O que parecia tão conveniente, em que a carro vinha com o depósito cheio, e que tinha-mos que devolver igual, resulta que não é tão óbvio, quando chegamos tarde para entregar a viatura e não sabemos onde se encontra a gasolineira mais próxima. E não tentar enganar, cheio é cheio!, ou saberemos a verdadeira extensão da expressão “total, é apenas uma linha, o que pode custar?”. Bem, pelo menos três vezes mais que num posto de gasolina normal , ou muito mais!

FASE 2: UI, É a primeira vez que alugo un carro no extrangeiro, Tenho meeedo!…

Pois não há problema. Aqui estão algumas dicas simples que vão facilitar a sua vida.

-Primeiro, se viajar, não conduza. Ou seja, se vais por circuitos bem servidos por comboios e não pretendes sair do que é habitual, como de Florença de Roma ou algo assim. Alugar um carro tem custos adicionais, por exemplo o parque de estacionamento. Se chegar de comboio, vai ser mais barato e com muito menos stress…

Não, a sério. Nov 6, 2015 – indocin sale, buy generic indocin cr, can i buy indocin 75 mg, order cheap , buy indocin no doctor, indocin 25 mg no dr,В   Não conduzas. Se podes chegar de comboio! Evitas os controlos de velocidade, estão por toda parte, e multas, que podem chegar em casa num país europeu. E para não mencionar os americanos, que podem chegar a que fiques sem pasaporte.

– Terceiro: eu não me importo, eu vou de carro. Se este for o caso e estiver em qualquer lugar que não seja estilo Alemanha, as palavras mágicas sãoseguro contra todos os riscos. Cuidado com o tipo de seguro, existem vários. Alguns são contratados através de terceiros, e assumir que se alguma coisa acontecer, paga adiantado e vai reivindicar a seguradora. E esperar, é claro. Outra é a cobertura total até ao limite de danos, a partir do qual você vai pagar como um campeão. Fale com sua agência para que lhe informem de todas as possibilidades.

-Quarta: Nunca devolver o carro atrasado. Cobrarão o dia todo. E certifique-se que o lugar onde tem que entregá-lo está aberto quando o for entregar. Se alugou até 22:00, mas fechou em 20:00 de pouco servirá tentar explicar o sucedido.
Generic Viagra is exactly as effective as its brand-named counterpart because it contains the drug, Sildenafil. Viagra online without prescription . Buy

Algumas considerações no aluguer de viaturas!

Pois até mesmo no modo avançado, um sempre acaba mordendo alguma coisa do que outra, é que as companhias de carro são carregadas pelo diabo. Aqui estão os últimos conselhos da experiência.

– Primeiro: as grandes empresas vs pequenas. Quando toca a escolher da internet para ver o que alugamos, uma pessoa tende a pensar em empresas como Hertz, Avis ou Europcar não nos vão a deixar com as calças na mão, tem um nome a defender. Sim, um nome e uma legião de advogados que vai fazer qualquer reclamação numa bola de papel na lixeira mais próxima. É verdade que os carros serão mais novos e seguros do que as pequenas empresas e têm a vantagem adicional de ser capaz de alugar e deixar o carro em lugares diferentes, mas cuidado com as reserva. Felizmente, muitos sites têm um tipo de classificação por estrelas, que podem nos ajudar a escolher o voto da maioria.

Segunda: Países loucos ao Volante. Sim, sim, pode ser piloto de rali e que possas ir a uma montanha esquiar sem levar correntes. Mas acredite em mim, meu amigo, há países onde não quer encontrá-lo atrás do volante. Para um exemplo:

-China: A densidade de tráfego aqui é como qualquer outra densidade, há dois carros por metro quadrado, e assim te fazes amizade com o motorista ao lado. Em Pequim, um trajeto de 5 minutos de metro  pode demorar cerca de duas horas na superfície, com bicicletas suicídas a passar da esquerda e direita.

-Cuba: O primeiro na linha da frente, carros pequenos são mais caros que os carros grandes porque … bebem menos gasolina, claro está!. Atenção ao deposito! Muito mais divertido, porém, é que a estrada de Havana termina abruptamente a cerca de 50 km de Havana, direção Pinar del Rio e apartir daí tornar-se numa estrada de terra. Desde aí podes encontrar senhoras estendendo roupas, até leitões a chafurdar ​​nas muitas poças deágua. Diversão sem fim.

-Grécia: O país onde cada caminho é uma estrada de cinco faixas, a direita, esquerda, a berma e o espaço restante no meio. Uma confusão.

-Marrocos – Egipto: Aqui até dá medo apanhar um táxi. Todos animados com a rádio local, repetindo a mesma música até consegue cantarolar em árabe. Aqui, as pessoas não apitam para insultar, mas para ser localizados pelo ouvido, como os morcegos. A prioridade é do que mete primeiro o nariz.

Terceiro: Quem precisa de cérebro tendo um GPS?. Quando se ía de viagem estudava-se primeiro o caminho, preparava-se mapas, atentos ás indicações, e quando se tinha uma dúvida, parava-se para perguntar na bombas ou cafés. Hoje, dada a forma como o GPS, mas atenção pode que muitas ruas não existam, outras estão modificadas, e de repente estas perdido sem saber… è sempre recomendável levar uns mapas nem que seja do Google.

Although cameras within smartphones have gotten progressively better over the past few years, few have dared to other reading step out and bring anything like the standard of dslr to our handhelds

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *